Google+ Followers

Friday, April 07, 2006

I Dig it 009



O I Dig it #009 teve como tema: a voz... então nada melhor que Chico Buarque de Holanda iniciar esta edição:


Chico Buarque : A voz do dono e o dono da voz
Letra e música: Chico Buarque
In: "Almanaque" 1981

Até quem sabe a voz do dono
Gostava do dono da voz
Casal igual a nós, de entrega e de abandono
De guerra e

Fizeram bodas de acetato - de fato
Assim como os nossos avós
O dono prensa a voz, a voz resulta um prato
Que gira para todos nós

O dono andava com outras doses
A voz era de um dono só
Deus deu ao dono os dentes, Deus deu ao dono as nozes
Às vozes só deu seu dó

Porém a voz ficou cansada após
Cem anos fazendo a santa
Sonhou se desatar de tantos nós
Nas cordas de outra garganta
A louca escorregava nos lençóis
Chegou a sonhar amantes
E, rouca, regalar os seus bemóis
Em troca de alguns brilhantes

Enfim, a voz firmou contrato
E foi morar com novo algoz
Queria-se pensar, queria ser um prato
Girar e se esquecer, veloz

Foi revelada na assembleia - ateia
Aquela situação atroz
A voz foi infiel trocando de traqueia
E o dono foi perdendo a voz

E o dono foi perdendo a linha - que tinha
E foi perdendo a luz e além
E disse: Minha voz, se vós não sereis minha
Vós não sereis de mais ninguém

(O que é bom para o dono é bom para a voz)



E neste aqui retomei minhas origens de tempo máximo (vocês já perceberam que neste quesito minha "escola de samba" tem notas das mais variadadas...

Como diz o Zé Simão "quem fica parado é poste..." a evolução, pois, é necessária senão daqui a pouco vai me dar uma vontade danada de fundar uma associação qualquer, registrar um estatuto, eleger uma diretoria, alugar uma sala para uma sede provisória, desenvolver uma campanha para manter um mínimo de ação mantenedora por parte dos associados e bolar uma campanha pra construção de sede própria, agilizar a campanha de re-eleição... sei não... Deixa eu vou voltar pro Podcast que é o meu objetivo.

Um agradecimento ao pessoal novo que anda assinando o Podcast... (Geeeeente, o I Dig tá crescendo!) Ô pessoal... dêem o ar da graça via comentários, aqui ou lá no Vocepod.

Desde a edição anterior divulgo os audio-comments (enquanto existirem) daqueles podcasters que responderam meu audio-spam (tem gente devendo na praça... prometeu, se prontificou e até agora... nada) e de gente que enviou seu comentário em audio. Os comentários foram distribuídos ao longo do programa: Sergio Lima, Max Borges, Aline, Diogo Lopes e Alexandre Sena.

No Manual do Torneiro Mecânico teço alguns comentários sobre o Podzinger (www.podzinger.com) e como achei a pérola tucana:





Depois do "esqueçam do que escrevi" o danado escreve um "foi sem querer..." Olha só o título do novo livro do entrevistado no Leonard Lopate Show de 27 de Março - The Accidental President of Brazil !!!!!!!!



Já no Homo Sapiens não resisti e face a este marasmo futebolístico, prestei - com uma nostalgia danada - uma singela homenagem a um dos maiores jogadores de futebol dos últimos tempos... Quem viu, viu. Quem não viu tem que acreditar...






No Caiu na Rede, viajando para a Europa, descubro um filtrador bi-valvulado de respeito... Juro que sotaque lusitano em inglês é a 1ª vez que ouço... se é inglês aquilo pronunciado pelo Amadeu... Ahnnn, e eu esqueci de comentar no áudio: prestem atenção no back vocal, é hilário!!!!

Falando em back vocal, no É a Ignorança qui Astravanca o Progréssio volto a andar de metrô e narro meu encontro messiânico com um exasperado orador evangélico e seus pequenos cantores de temas gospell da zona leste de São Paulo em pleno trem em movimento... Socooooooooooorro!!!!!!!


No Jazz em Paz chuto o pau da barraca mesmo só pra confrontar a minha voz com algo divino. Deixo os ouvintes com Bobby McFerrin "tocando" BlackBird (Beatles, lembra?!)
















No BackGround (o véio BG) vamos de Duke Ellington e Joe Coltrane em dose dupla (The Feeling of Jazz e In a Sentimental Mood); Take 6 interpretando Setembro; e Chick Corea e Bobby McFerrin arrebentando com Blue Bossa. Fui!!!

No comments: