Google+ Followers

Saturday, June 03, 2006

I Dig it 013

Nota inicial de... desculpas!?: Mea culpa, mea culpa, mea maxima culpa... não consegui - durante quase 2 dias - compreender o que ocorria com o gestor de Podcast (Loudblog). O fio-da-mãe parecia que " 'tava de lua " e não aceitava texto algum (apenas alguns caracteres... diveizinquando).
Assim o Podcast foi "baixado" sem conteúdo de INFO (o pessoal que usa iTunes sabe o que é isso direitinho)... Assim, aqui no LOGENTRY está toda a informação em texto desta edição... Assim, graças aos que torceram para que eu descobrisse logo o que andava acontecendo, eu resolvi o problema, ou melhor, descobri o bug do Loudblog. Por fim, utilizei um "work around" que deu um jeitinho na encrenca. Grato pela paciência e desculpem o incômodo.



Aqui vamos com o Impressões Digitais FULL (I Dig it 013)
Ainda sem as novas vinhetas (Pronto! Tive que estragar a surpresa para compensar a falha descrita acima) abro esta edição novamente com Elvis Presley, interpretando Blue Moon.


IntroData:

Song: Blue Moon - By Elvis Presley (March 1956)
Original music by Richard Rodgers
Original lyrics by Lorenz Hart

Blue moon
You saw me standing alone
Without a dream in my heart
Without a love of my own
Blue moon
You know just what I was there for
You heard me saying a prayer for
Someone I really could care for

And then there suddenly appeared before me
The only one my arms will hold
I heard somebody whisper please adore me
And when I looked to the moon it turned to gold

Blue moon
Now Im no longer alone
Without a dream in my heart
Without a love of my own

And then there suddenly appeared before me
The only one my arms will ever hold
I heard somebody whisper please adore me
And when I looked the moon had turned to gold

Blue moon
Now Im no longer alone
Without a dream in my heart
Without a love of my own

Blue moon
Now Im no longer alone
Without a dream in my heart
Without a love of my own

Vale como curiosidade: esta música - assim como eu já beeeeem velhinha - foi gravada nos EUA pelos seguintes artistas:

by Glen Gray and The Casa Loma Orchestra (November 16, 1934)
by Billie Holiday & her Orchestra (1953)
by Ella Fitzgerald (1956)
by Elvis Presley (March 1956)
by Carmen McRae (1957)
by Tony Bennett (July 28, 1958)
by Sam Cooke (1959)
by The Marcels (1961)
by Frank Sinatra (January 1961)
by Cliff Richard (1961)
by Bob Dylan (June 8, 1970)
by Cowboy Junkies (1988)
by Chris Isaak (1994)
by The Mavericks (1995)
by J. Spencer (1995)
by MxPx (1997)
by Less Than Jake (2001)
by Rod Stewart (2004)



Relembro a todos que dividi o Impressões Digitais em 2: Este aqui - e os demais Impressões de número ímpar - serão da versão FULL (um pouquinho mais "enxuta"). Os Impressões Digitais - COMPACTO DUPLO (programas de numeração par), sempre terão 2 músicas envolvendo a seção Homo Sapiens.

E um aviso para a constante falha nos downloads: 'tamos estourando a banda a toda hora!!!! Grato a todos que andam baixando o I Dig adoidado.

O Manual do Torneiro Mecânico - Aproveitando a dica da Bia, abordo o assunto DRM - Digital Rights Management (Gestão de Direitos Digitais). Mas antes não resisto e apresento as "cachorradas" da Motion Picture Association of America e a Federation Against Copyright Theft e o prejuízo que a Sony BMG levou por utilizar um DRM meio maroto.


Caiu na rede!!! - P'ra mim "mash-up's" é uma completa idiotice... e para comprovar apresento a obra, por mim denominada, Je t'aime moi non blue moon will always love you, embrulhando Serge Gainsbourg & Jane Birkin, Dolly Parton e Elvis. Blerrghhhh...

Je T'aime... Moi Non Plus Lyrics
by Serge Gainsbourg (and Jane Birkin)

- Je t’aime je t’aime
Oh oui je t’aime
- Moi non plus
- Oh mon amour
- Comme la vague irrésolue
Je vais, je vais et je viens
Entre tes reins
Je vais et je viens
Entre tes reins
Et je me retiens

- Je t’aime je t’aime
Oh oui je t’aime
- Moi non plus
- Oh mon amour
Tu es la vague, moi l’île nue
Tu vas, tu vas et tu viens
Entre mes reins
Tu vas et tu viens
Entre mes reins
Et je te rejoins

- Je t’aime je t’aime
Oh oui je t’aime
- Moi non plus
- Oh mon amour
- L’amour physique est sans issue
Je vais je vais et je viens
Entre tes reins
Je vais et je viens
Je me retiens
- Non ! maintenant viens...



I Will Always Love You
(by Dolly Parton)

If I should stay
Well, I would only be in your way
And so Ill go, and yet I know
That Ill think of you each step of my way
And I will always love you
I will always love you
Bitter-sweet memories
Thats all I have, and all Im taking with me
Good-bye, oh, please dont cry
cause we both know that Im not
What you need
I will always love you
I will always love you
And I hope life, will treat you kind
And I hope that you have all
That you ever dreamed of
Oh, I do wish you joy
And I wish you happiness
But above all this
I wish you love
I love you, I will always love

I, I will always, always love you
I will always love you
I will always love you
I will always love you



É a ignorança qui astravanca o progréssio!!! - Repercussão de uma aposentadoria de um tenente-coronel aviador/astronauta... e declarações estapafúrdias.

Não esqueçam!!!
Em outubro NÃO RE-ELEJAM NINGUÉM para o Congresso Nacional.

Jazz em Paz - Toco Misty interpretado por duas feras do jazz (Dave Brubeck e Stan Getz). Esta música composta em 1950 por Johnny Burke e Erroll Garner além de embalar muitas pedras de gelo em whyskies por salas a meia-luz mundo afora foi tema de um dos melhores thrillers de suspense dos anos 70, por sinal o 1º filme dirigido por Clint Eastwood - Play Misty for Me (1971).

O background do Impressões foi da dupla Herbie Hancock e Chick Corea (Maiden Voyage) e da troupe Wynton Marsalis e Modern Jazz Quatert (Willow Weep for Me).

No comments: