Google+ Followers

Friday, March 30, 2007

A breve história do podcasting


ArtPC_009_30mar07
Vamos dar uma olhada na breve história do podcasting...
Obviamente o podcasting não seria possível sem a internet. Desde os anos 90 a internet desenvolve-se a uma velocidade espantosa, e a cada dia que passa fica mais difícil acompanhar toda esta barafunda. Piscamos e de repente, de uma hora para outra, o mundo ficou menorzinho e, sem percebermos, ficarmos expostos à informação super-massiva.
A presença cada vez maior de computadores e da internet em residências tornou possível a distribuição mundial de bits, informações, e claro, podcasts a custos irrisórios, quase nulos. Hoje você pode navegar pela rede todo alegre e faceiro e quando se dá conta.. ploft! Cai numa piscina natural e imensa de informações (RSSs) em texto e áudio (podcasts) e, amalucadamente, começa a assinar e baixar vários arquivos mp3 para seu player.
Bastou liberar a internet para fins comerciais, para os web logs - blogs - começarem a pipocar aqui e ali. A popularidade deste tipo de "Meu Querdio Diário" cresceu - hoje chamamos este processo de blogging - tornando-se o mais popular modo de as pessoas compartilharem suas idéias e ideais, graças a um modo simples de publicação de texto e imagens em um formato visual bem organizado.
De várias maneiras o blog é o predecessor do podcasting. Ao longo do período de maturação os blogs passaram de meros diários pessoais para uma mídia legítima de informação e formação. Os blogs, atualmente, permitem que qualquer um atue como um comentarista social ou empresarial. Qualquer um pode ser um jornalista ou entrepreneur, comunicando seus pensamentos ao mundo através de um clique na tela do computador.
O podcasting foi a progressão natural deste enoooorme forum online.
O recebimento e leitura das novidades dos blogs favoritos tornaram-se muito simples graças a criação de uma inovadora maneira de se capturar automaticamente um arquivo publicado, um novo post do blog: a chamada Realy Simple Syndication - RSS, desenvolvida por Dave Winer.
Pela subscrição do blog através do feed a ele associado, você é notificado e recebe a nova informação, automaticamente, assim que publicada. Um programinha genericamente chamado News Reader (leitor de noticias) ou Agregador, regularmente verifica a existência de atualizações e as encontrando as "baixa" para seu computador.
Obviamente, a evolução, o passo à frente desta história foi o audio blogging. A habilidade de transferir grandes pacotes de informação em conexões cada vez mais rápidas permitiu a alguns bloggers a tornar disponíveis arquivos de áudio em seus blogs. Ao invés de botarem seus pensamentos em letras de forma, o pessoal começou a entupir os blogs de arquivos mp3... O problema com estes áudio-blogs era que os programas agregadores (Readers) tinham que verificar regularmente se havia novos arquivos mp3, para - de posse desta informação - o assinante ir até o web site de origem e "na unha" iniciar o processo de download do arquivo. Simplesinho, né?!
Adam Curry (um ex-VJ dos anos 80 da MTV norte-americana) encucou que tinha que simplificar este processo. Foi dele a idéia de automatizar a distribuição e o sincronismo do conteúdo de arquivos de áudio para aparelhos portáteis de reprodução, os mp3 players.
Adam foi conversar com Dave sobre como aprimorar a tecnologia de tal forma que um arquivo mp3 adicionado a um blog pudesse ser automaticamente detectado e transferido por comando do feed RSS. Dave simplesmente adicionou o "file enclosure" (o pessoal que domina o XML sabe do que estou falando) à tecnologia, cuja função é informar ao seu computador onde armazenar o arquivo que será transferido.
A última peça do quebra-cabeça da jovem história do podcasting refere-se ao primeiro agregador de podcasts, que foi escrito e desenvolvido por Adam Curry. Este software, basicamente, verifica a existência de novas publicações, lê o conteúdo do arquivo e determina onde armazená-lo. Finalmente o mp3 podia ser então automaticamente transferido para o iPod.
Voltando um pouquinho nessa história. O podcasting não teria se desenvolvido tanto sem o rápido crescimento do mp3 e sua capacidade intrínseca de compressão, permitindo a transmissão pela internet e armazenamento em players.
  • Nota pessoal: Eu que ando muito - quase sempre a pé e em transportes públicos - por toda esta paulicéia desvairada, noto e me espanto com o quantidade cada vez maior de foninhos que encontro enroscados nos pescoços das pessoas de todas as classes e idades.
A primeira aparição formal da palavra "podcast" na história humana foi em um artigo no jornal britânico Guardian em 12 de Fevereiro de 2004. A criação do termo é creditada a Ben Hammersley que escreveu o artigo e usou podcast como sinônimo para audioblogging, ou seja, "rádio produzido por amadores transmitido via internet".
O pequeno grupo de podcasters, que surgiu da comunidade blogueira, rapidamente expandiu-se, iniciando a revolução midiática, ainda não muito bem aquilatada em seu poder, que vem de encontro aos anseios das pessoas que andam bem cansadas das mesmices das rádios corporativas.
Esta é uma Breve História do Podcasting, uma ferramenta tecnológica de cunho social que preenche a nossa necessidade e desejo de compartilhar globalmente nossas criações em áudio com as pessoas que desejam conteúdos inéditos, focados e mais elaborados para rechear seus aparelhinhos de mp3.
Obviamente, nossa história não pára por aqui. Novas tecnologias para o podcasting continuam surgindo por aí. Novos mercados estão sendo criados. Novas idéias estão sendo propostas e debatidas. Afinal o podcasting mal completou 3 anos... temos muito o que fazer ainda.

Sérgio Vieira - autor deste artigo conheceu o podcasting em meados de 2004, é podcaster desde novembro de 2005 e se orgulha muito de participar desta inédita experiência humana.
http://impressoes.vocepod.com idigitais@gmail.com


No comments: