Google+ Followers

Saturday, March 01, 2008

O podcast é seu!



ArtPC_027_29fev08

Há inúmeros podcasts por aí. Vários. E isso não é novidade alguma...
Se você busca informação ou entretenimento diferenciado, provavelmente você vai encontrar muitas opções na internet. Basta sair vasculhando.
A todo momento nascem novos podcasts, assim como também, infelizmente, desaparecem alguns...
Eu que, até por uma questão de "podcasting survival", procuro ouvir o maior número de podcasts distintos possíveis ainda me surpreendo com a velocidade deste entra-e-sai no podcasting tupiniquim.
Você certamente quer um podcast que lhe agrade, tanto em conteúdo, qualidade técnica e empatia com o podcaster.
Vamos lá.... diz a verdade. Você deseja um podcast com apenas uma razoável qualidade técnica e que não o faça fechar os olhos a cada vez que você ouvir uma palavra que começa com a letra "P". Você também quer algo que a mídia tradicional não está fornecendo!
Os podcasts normalmente são dirigidos a nichos específicos e possuem ouvintes cativos. E nicho específico é o que não falta por aí.
Mostras de tricô não são muito apreciadas pelos fisiculturistas em sua imensa maioria, mas muitas tricoteiras parecem a-do-rar demonstrações de fisiculturismo. Isso não quer dizer que elas tenham alguma vontade desenfreada de receber - via podcasting - as últimas notícias sobre competições, métodos de aumento da massa muscular, dicas de exercícios localizados e notícias sobre os mais novos complexos vitaminicos para fazer o candidato a Conan salivar de satisfação.
É por isso que o podcasting funciona: temos o que desejamos e deixamos o resto, o desinteressante p´ra lá.
Se você é um podcaster muito provavelmente seu podcast é produzido como um hobby. Claro, existem algumas pessoas fazendo a vida com o podcasting, mas estes são honrosas e mínimas exceções.
Para mim - e alguns outros - o podcasting é como o futebol de fim-de-semana. Há alguns jogadores, profissionais que vivem nos gramados do mundo, ganhando um bom dinheirinho, e há milhões de pessoas que passam os fins de semana pagando para bater a sua bolinha.
E será que o fato de boleiros amadores nunca competirem na 1ª divisão deveria impedí-los de desfrutar o esporte? Será que devemos retirar-lhes os seus clubes e proibiir os campos, porque eles não podem desempenhar tão bem como os profissionais? Claro que não!
Para colocar um pouco de luz sobre este assunto vamos avaliar as seguintes questões, muito comuns no cotidiano de um podcaster:
Você pode se questionar - por que você faz o seu podcast? E eu posso respoder - Bem... se você acha que ele é o caminho para uma vida de fama e riqueza, então você provavelmente vai ficar desiludido. Você tem algo de valor para compartilhar? Mesmo que apenas um punhado de pessoas concordem com o que você faz? Então o seu esforço vale a pena.
O que você está obtendo com isso? O seu podcast serve como uma saída criativa para você? Ele destila as suas frustrações, ou permite a conexão com pessoas que pensam como você? Ele lhe dá um sentimento de realização? Se ele em si não lhe dá algo, ele não irá durar muito tempo. Qualquer que seja o que ele lhe dê, somente isso é o que interessa.
Você gosta mesmo do seu hobby? Se assim for, então, longe de mim, ou qualquer outra pessoa, dizer-lhe para não fazer isso. Eu não vou para a quadra de futebol na vã tentativa de convencer aquele bando de boleiros suados a desistir do campeonato e ir para casa. Da mesma forma, eu não vou tentar convencer qualquer podcaster a parar de criar conteúdos. Não tenho - absolutamente - que ouvir algo que não gosto, nem vocês!
Por fim, o podcasting não é uma competição. Há espaço para todos. Podcast é o que você quiser, quando quiser.
Se ele possui má qualidade, é inconstante em sua publicações, isso provavelmente fará com que você perca alguns ouvintes rapidinho. Esse é o preço, lamento.
Alguns episódios serão populares, e outros não, mas isso não faz nenhum deles menos valioso.
Pronto! Chega disso tudo! Preciso preparar um especial do Podcast Impressões Digitais sobre as técnicas de tricot como método de relaxamento durante o tratamento de desintoxicação por esteroides anabolizantes androgênicos no fisiculturismo.

Sérgio Vieira - autor deste artigo, consegue arrumar assunto em qualquer situação para ter o que falar em seu podcast.
http://impressoes.vocepod.com
idigitais@gmail.com

1 comment:

Sérgio F. Lima said...

Opa Xará!


Eu confesso que tinha parado de ouvir podcasts, por falta de tempo... Mas dois podcats ficaram nos meus feeds, baixados pro computador e aguardando vergonha na cara para tranferí-los pro a1200...

Impressões digitais e Código Livre...

Pra variar, achei legal suas divagações sobre amadorismos e podcasts...

Mas eu prefiro podcast, também, com boa qualidade técnica como o seu e do Ricardo :-)

abraços