Google+ Followers

Friday, March 16, 2007

Guia Expedito para Neófitos


ArtPC_007_16mar07

Ou, como criar um podcast, bom, bonito e barato.

Você já ouviu alguns podcasters e, claro, leu alguns artigos aqui e acolá sobre este mundinho louco que é produzir podcasts e pensou: "Êi, sabe de uma coisa eu gostaria de fazer isso também!!!"
A única coisa que o coloca fora desta brincadeira é o custo disto tudo, né?! Você vai precisar de um computador up-to-date, topo-de-linha, um mixer de 4 canais, um caro microfone com supressor e um software de uns 900 paus, tipo Adobe Audition, para gravar e editar tudo isso, e... Pára! Enganei um bobo na casca do ovo, enganei um bobo...
Na realidade não é nada disso. Vamos jogar toda esta tralha fora deste artigo! Vamos arregaçar as mangas e colocar nossas mãos à obra! Vamos produzir um podcast com meu orçamento favorito R$ 0,00... Isso mesmo! Zero reais!!! Bem... talvez a gente tenha que colocar uns reais neste orçamento. Tudo vai depender do que você tem disponível. De qualquer modo, pode ter certeza, este será um podcast bem baratinho, bonitinho e bem bom.
1. Você tem um computador conectado à internet?
Para produzir um podcast você não precisa de um computador super-hiper-duper, no estado-da-arte. Tenho certeza que um computador velho, em bom estado, é suficiente. Para não complicar este artigo vamos assumir que você tem um computadorzinho com internet ou acesso a um (Óbvio, né?! Afinal você está lendo isto aqui). Este é o item mais importante para a confecção do que é chamado por aí de podcasting. Sim, pode-se fazer um podcast sem computador usando apenas um gravador digital, celular, pda, smartphone ou serviços de gravação de áudio via web, mas ainda é necessário um computador para transferir (upload) o bendito arquivo. Usando um computador também é possível dar vazão a toda sua criatividade e editar o produto final.
2. Tem um microfone aí?
Ainda bem que a maioria dos computadores de uns anos p'ra cá são vendidos com aquele microfoninho de plástico no pedestal e duas caixinhas de som (PCs), no caso dos Macs a coisa fica mais fácil eles já vem com microfone embutido ou disponível desde 1998. Tudo bem, eles são mais que suficientes para nossos propósitos. Se não tiver microfone, quebre seu porquinho e junte as moedinhas... 15 reais bastam p'ra um microfoninho pop encontrável nas boas lojas do ramo.
3. Hummmm... É preciso instalar um software de gravação...
Então, lá está seu computadorzinho, paradinho, inexpressivamente de frente p'ra você... Lembre-se: computadores são estúpidos. Eles só vão fazer aquilo que dissermos a eles p'ra fazer. Para gravar um podcast ele precisa de um software específico. O sistema Windows vem com um programinha bem ajustado o "sound recorder" que é muito bom p'ra você brincar com seu microfone e sua voz. Pra criar seu podcast eu recomendo um freeware chamado Audacity (http://audacity.sourceforge.net) disponível para os sistemas Windows, Linux e OSX.
4. É bom definir um formato p'ro podcast
Ok, você decidiu criar um podcast, mas qual será o formato, qual a estrutura dele? Há vários tipos, gêneros de podcast, uns mais fáceis que outros para produzir... Você escolhe. Os mais populares são os de música, notícias sobre tecnologia da informação, esportes, talk-show e comédia... mas também há os menos comuns como política, horóscopo chinês, alta costura... e até avaliação de cervejas ou vinhos, às vezes, em meio a um podcast sobre cultura, artes, tecnologia e comportamento humano :P.
5. 'Tá na hora de praticar
A sublime e cavalheiresca arte do podcasting passa pelo processo de descoberta de sua voz. Nas primeiras gravações você descobrirá que sua fala é permeada de ERRRRs.... AHNNNNs.... UMMMMs em profusão e outras formas vocais que dão um tempo para o seu cérebro concatenar algumas palavras. Gaste alguns minutos gravando sua voz, se acostumando com o microfone e a distância adequada - nem tão longe que pareça que você está falando com alguém a 15 metros de distância, nem tão próximo que a cada pê, bê e vê apareça um "puff" na gravação. Grave alguns minutos do seu podcast e ouça, colocando-se como sendo um ouvinte... Talvez você deva solicitar a opinião de um familiar ou amigo.
6. Êi! Não esqueça de criar um Web Log
Web Log (diário na teia, ao pé-da-letra) é representado pelo acrônimo BLOG, ahn... agora você sabe o que é isso. Muitos podcasters, descobriram que montar um blog é um bom meio de divulgação e suporte para seus podcasts. Não há motivo em ter um podcast se os ouvintes não possuírem um meio de descobrí-lo e de enviar seus comentários. Dirija-se ao Blogger (http://www.blogger.com) e assine uma conta sem medo (é grátis!). Por default o Blogger fornece um endereço web formado pelo nome do usuário seguido de "blogspot.com", então se o seu nome de usuário é "dalhecerveja" seu endereço web (URL) no Blogger será "dalhecerveja@blogspot.com" .
7. Você precisa de um Host
Este é um item que você deverá considerar cuidadosamente. Pode-se ter um serviço de hospedagem a custo zero, grátis (veja http://www.freewebspace.net); mas aviso: com certeza se você quiser continuar a fazer podcasts e tornar-se popular, vai ter que enfiar a mão no bolso e pagar um host. Recomendo que após o período de aprendizado e "arrendondamento" do podcast - quando você tiver certeza de que tudo isso não é "fogo de palha" - escolha um serviço de hospedagem que lhe ofereça, além de boa relação custo, espaço de armazenagem e banda de transferência, ofereça também ferramentas de blogagem e scripts para incrementar e controlar o fluxo de dados de sua página web.
8. Criando o feed do podcast
Para tornar arquivos de áudio acessíveis para downloads automáticos, ou seja, em podcasts você precisa criar um feed para cada um deles. Este provavelmente é um dos maiores complicômetros do processo de estruturação do podcasting. Graças-ao-nosso-bom-deus há um serviço duca e grátis, que funciona atrelado ao seu blog (criado lá no item 6). Este serviço chama-se FeedBurner (http://www.feedburner.com), e é, provavelmente, o mais popular de sua classe. Basicamente ele cria um endereço ao seu feed. Em nosso hipotético caso seria algo como http://feeds.feedburner.com/dalhecerveja. Assim, toda vez que o blog for modificado, o feed será automaticamente atualizado, isto se você habilitar a criação de um feed dentro do seu blog (não se preocupe... o Blogger orienta direitinho como fazer isso).
9. Criando o podcast
Até que enfim! Até agora só tratamos sobre o que é necessário para se fazer um podcast, eu chamaria isto tudo de infra-estrutura. Vamos falar, então, dos passos necessários para o danado sair da cachola e chegar aos ouvidos do seu público. O processo que você deverá seguir - ao menos de pequenas variantes de acordo com seu estilo e vontade - aproxima-se bastante do seguinte:
- escreva um roteiro, listando alguns tópicos do que você quer falar
- grave seu programa
- transfira o arquivo mp3 - e/ou AAC - para o host (upload via ftp)
- escreva e publique as notas sobre o programa (show notes) no Blogger com um link para o mp3
- envie emails para os envolvidos em seu podcast (convidados e artistas, se houver)
10. Divirta-se!
Você dá um duro danado para produzir e publicar seu podcast e como um artesão qualquer, você tem que fazer, refazer, aprimorando vezes e vezes, sem fim. A cada episódio criar algo novo e - vamos ser sinceros! - fazer tudo de novo... A única coisa realmente importante em tudo isso é que você se divirta muito fazendo podcasts. Pode ter certeza, no início, após alguns programas, vai parecer que você está pregando no deserto, que seu trabalho é inútil. Mas toda esta desesperança some assim que chega o primeiro email de alguém que realmente captou tudo aquilo que você se esforçou para transmitir...
Viu só?! Você não precisa de uma montanha de dinheiro para começar, mas prepare-se... Uma vez iniciado o processo, é claro, que você tenha tomado gosto pela fruta, certamente sua exigência por melhores equipamentos se fará presente. E aí meu irmão, o céu é o limite!

Sérgio Vieira - autor deste artigo, apesar de ter um escopião no bolso, paga todos
os poucos, é verdade, custos de seu podcast com recursos próprios

http://impressoes.vocepod.com
idigitais@gmail.com

No comments: