Google+ Followers

Friday, March 09, 2007

Como agradar seu podcaster



ArtPC_00609mar07


Ser um podcaster é uma maravilha!

Eu posso dizer o que quiser, quando quiser, coisas que me interessam - de verdade!!! - a uma audiência (cada vez maior, graças-aos-deuses) que se importa com elas.

Mas ser um podcaster não implica em passar finais de semana em Aruba, voando em um jatinho particular, cercado de modeletes... Entre cuidados com minha família, afazeres profissionais exaustivos no dia-a-dia do escritório e algumas poucas horas de lazer, eu fico envolvido com meu próximo podcast: mastigando um roteiro, caçando trilhas e backgrounds, gravando uma seção, editando, e claro, estruturando o site, corrigindo uma coisinha aqui outra ali, escrevendo mais um artigo como este ou respondendo a ouvintes e amigos podcasters... Dentre tudo isto, estimo que utilizo de 9 a 15 horas por semana para (apenas) produzir meus textos, artigos e meu podcast quinzenal...

Não me leve a mal, não estou resmungando... eu já admiti o quanto é recompensador ser um podcaster. É que após todo esse trabalhão eu - como muitos podcasters - frequentemente consigo algo - ahnnnn - não muito agradável da audiência, ou seja: um completo e absoluto... silêncio. Um grande, enorme e redondo nada.

Para não ser totalmente injusto, vez ou outra um caridoso podcaster/ouvinte dá o ar da graça em um comentário ou email...

Uma audiência carinhosa é o que faz um podcasting funcionar (ahn... se não fossem os contadores de download estaríamos nos sentindo completamente desamparados - agora entendo a obsessão da indústria rádio-televisiva com os índices de audiência). Então, a menos que você, caro e amado ouvinte, se digne a demonstrar sua preciosa opinião, nós - podcasters - não vamos ter a menor idéia de como o podcast está indo, se funciona ou não! A gente fica - literalmente - "perdidão", naquela de barata em galinheiro, sabe?... Antes de você, condoído com nossa sina, comece a questionar o que pode ser feito para elevar nossos espiritozinhos amarfanhados, me adianto e apresento a seguir algumas sugestões:

1) Alguns podcasters mencionam em seus podcasts os seus diversos meios de contato (email, formulário de post, número skype...). Caso você não tenha percebido, isto é uma excelente indicação de que eles estão ansiosos para receber comentários do tipo: "porque você ouve este podcast? O que você gosta ou o que você não gosta? Como você descobriu meu podcast? Alguma sugestão?..." Uma dica: como podcaster adooora divulgar qualquer coisa, deixe claro no seu comentário se ele está autorizado ou não a divulgar o teor da mensagem e o seu nome. E não seja tímido: podcaster também é louquinho por visões honestas de seu trabalho, então meta a boca no trombone. Aula de etiqueta: Pode meter bronca... mas é desejável uma certa elegância, envie sua crítica de forma pessoal. Não vá espinafrando o coitado, assim sem-mais-nem-menos, de primeira... Dê uma chance ao coitado de consertar o próximo podcast.

2) Alguns podcasts - além do blog - possuem fóruns. Envolva-se! Não só o podcaster vai notar a sua existência como também você poderá trocar figurinhas com outros que compartilham o interesse comum.

3) Se você usa o iTunes ou um serviço web de listagem de podcasts (Odeo, Podfeed, PodcastPickle...) irá encontrar um modo de deixar um comentário. Use-o, cáspite! Deixe um curto e simpático comentário. Ah... uma vez feito o comentário, normalmente, não dá pra revisar, então seja generoso... lembre-se o podcaster está fazendo o melhor que pode.

4) Outros serviços como PodcastAlley, DigitalPodcast, Vocepod possuem sistemas de votação e notas. Se você usa um destes serviços, não custa nada você votar e pontuar seus podcasts favoritos. Frente aos podcasts em inglês, nós - brasileirinhos - somos quase traço, zero, na pesquisa mundial, mas qualquer coisa é melhor que nada, né?!

5) Se você é um bom samaritano e quer descobrir onde o podcast está listado ou registrado (caso o site do seu podcaster não liste os serviços), basta dar uma "googleada". Pronto! Agora basta registrar-se, deixar um comentário e dar uma nota ao podcast... Isso mesmo, bom samaritano, ajude a aumentar a audiência do podcast que você gosta!

6) Divulgue seus podcasts favoritos para seus familiares, amigos, companheiros de escritório, até a turma do futebol... Se não gostou do podcast, não tem problema... Divulgue-o para os seus inimigos.

7) Adicione os links dos podcast no BlogRoll de sua página web (isso irá aumentar as taxas de busca e o tráfego será potencializado), aproveite e coloque uma pequena resenha dos podcasts que você acompanha... Garanto que o podcaster sabendo desta resenha irá citar seu blog, como também irá recompensá-lo com um link bem visível. Lembre-se: u'a mão lava a outra.

8) Você visita fóruns ou chats que tratam de temas relevantes ou referentes aos podcasts que você ouve? Então, mãos à obra, divulgue o podcast! Coloque lá uma pequena nota com o link do site.

9) Você está participando de um evento que envolve tecnologia? Considere a possibilidade de convidar um podcaster para uma palestra ou workshop. Ah... primeiro verifique se ele é de sua cidade e se o assunto coaduna-se com o tema do podcaster. Sair de São Paulo para palestrar no "X Encontro da 3º idade sobre como usar o seu microcomputador" em Quixadá pode ser um pouco desgastante e improdutivo.

10) Como podcaster você deve enviar comentários em áudio personalizados aos seus parceiros de labuta. Mas não se exceda, seja parcimonioso e não esqueça de incluir seu endereço no comentário.

11) Escreva seu próprio artigo sobre temas abordados no podcast e o envie ao seu podcaster. Não se espante que você ouça seu trabalho no próximo podcast. Podcaster vive tendo crise de criatividade...

12) Embora haja podcasters super-profissionais, com toda uma infra-estrutura técnica e comercial por trás, a vasta maioria (como eu) não possui nenhum apoio financeiro, ao contrário, bancam do próprio bolso todos os custos diretos e indiretos de produção... Alguns podcasters possuem bannerzinhos PAY PAL, ou coisa que o valha, que permitem que você faça uma pequena doação. Com certeza, você receberá agradecimentos efusivos e eternos de seu podcaster... Encare esta ação como um "Olha cara, vamos tomar uma cerveja? Eu pago." Afinal no digimundo não dá p'ra agendar encontros pessoais com tanta facilidade (meus ouvintes nos EUA que o digam), consigo "muito de vez enquando" encontrar alguém aqui em São Paulo.

13) Há podcasters que vendem adesivos, canecas, camisetas com motivos associados aos seus podcasts. Alguns possuem CD's e livros... bem... não preciso dizer que isto normalmente ajuda a cobrir os custos de produção. Mesmo o merchandising AdSense, Amazon, Submarino, etc... que aparece no blog serve para agregar alguns trocados à conta do podcaster... caso for comprar algo vá até o blog deste seu podcaster e dê suas clicadas, mesmo uma pequena percentagem da compra é alguma coisa. Ajuda? Nunca é demais!

tenho certeza, que só de ler este artigo você já fez uns 10 podcasters darem piruetas de alegria. Agora se você for uma modelete, um aviso meu jatinho particular 'tá na oficina, mas dá pra dar uma voltinha no meu Celta 2007.

Sérgio Vieira - autor deste artigo vive se lamentando pelos cantos a falta de comentários em seu podcast; e com certeza receberá uma surra de toalha molhada da esposa com esta estória de modeletes...

http://impressoes.vocepod.com

idigitais@gmail.com





powered by performancing firefox

No comments: