Google+ Followers

Friday, May 04, 2007

Óia o jabaculê, aí geeeente!


ArtPC_014_04mai07
Um dos maiores desafios para qualquer podcaster, iniciante ou não, recai na questão: “como divulgar meu trabalho?”. Depois de um trabalhão danado, qual o propósito de um podcast se (quase) ninguém está ouvindo?
Hoje eu gostaria de compartilhar algumas idéias que amealhei durante esta minha breve vida de podcaster, e que podem ter alguma serventia para os membros desta confraria e dar uma turbinada em suas audiências. Afinal, todos nós desejamos ter nosso trabalho reconhecido por um mundaréu de pessoas, né?!
Um dos modos mais eficazes e simples de começar a divulgar seu podcast é a “promo”, que nada mais é que um spot, um arquivinho de áudio de 15 ou 30 segundos, mais ou menos, onde divulga-se o nome de seu podcast, endereço (feed e/ou site) e qual assunto ele trata. Isso mesmo, simples, franco e direto! Basta uma voz e uma música de background, de fundo.
Dá para incrementar, dar uma lustrada, com um spot “mezzo” profissional, com tema instrumental e uma voz mais “profiça”, que não a sua, narrando os dados... Com esta duração da “promo”, 15/30 segundos, você consegue duas condições altamente favoráveis:
Primeira – um podcaster com uma voz mais profissional pode fazer a locução quase de graça para você. Utilize o escambo! Sugiro que você troque favores com ele, divulgue o link do podcast do amigo, se você for bom na parte gráfica faça um bannerzinho em troca ou se der faça a “promo” dele!
A segunda condição favorável é que, tenho certeza, todo bom podcaster tem um montão de feeds em seu iTunes e mantém uma boa relação social com vários produtores... Envie sua “promo” para todos eles e peça uma ajudinha para que sejam re-distribuídos a outros podcasters, e claro, gentilmente ofereça algo em troca – de novo – espaço para banners, links, “promos”, etc.
Você pode ser ainda mais gentil e criativo, você pode enviar uma “promo” personalizada para ele distribuir. Algo do tipo: “Olá, aqui é o Sérgio Vieira do podcast Impressões Digitais. Quando eu quero ouvir o melhor sobre a música nagô em sua vertente techno ska, ouço o Nateska Podcast. O Mano Sna e o compadre Fu sabem tudo sobre essa referência da música contemporânea.”
Dá ainda para utilizar ainda alguns sites que se propõem a guardar “promos” para serem distribuídos e utilizados por outros podcasts. É isso mesmo! A irmandade é intensamente colaborativa: um deles é o www.podcastpromos.com, outro é o promos.podshow.com.
Tudo isso dito, até agora, é muito bom para impactar aqueles que já ouvem podcasts e tentar trazê-los para o seu. Porém, nós, já experientes podcasters, sabemos que o verdadeiro e explosivo potencial de crescimento encontra-se entre aqueles que nunca ouviram um podcast. O que nos leva à próxima questão: E como você pode chegar até eles?
Um meio freqüentemente utilizado para tal intento são os fóruns online relacionados ao assunto principal do seu podcast. Como eu sou um generalista, assim como meu podcast, não consigo praticar esta manobra, mas 90% dos podcasts são sobre assuntos específicos, e aí, tenho certeza, não será nada difícil você encontrar vários fóruns adequados ao seu domínio. O truque aqui não é você ficar “martelando”, “vendendo o seu peixe” a todo momento, em tudo quanto é post do fórum. Seja um membro ativo e utilize um approach bem mais sutil e eficaz. Basta utilizar sua assinatura para indicar algo como – Zirocs: produtor do Sgruvs Podcast, e toda vez que um tópico resvalar em um assunto por você já abordado no podcast, tasca lá – sem piedade – uma referência para o seu show notes ou podcast. Mas, como sempre, não abuse e não adianta ficar esgoelando feito camelô na esquina, isso só vai torná-lo “persona non grata” e ser banido do fórum, e o que é pior: o grupo de potencial ouvintes será perdido.
A outra forma de divulgação é através da mídia tradicional. Isso mesmo: tv, rádio, revistas e jornais. Eles possuem audiência e leitores, e você tem todo direito de usar estas mídias pra vender podcasts. Envie um e-mail simpático, apresente uma sugestão no site deles propondo o assunto podcasting como pauta. Eles provavelmente ouviram algo a respeito, mas nem sabem como chegar até nós (com honrosas exceções). Eles podem apenas estar interessados em apreender um pouco mais para lançarem os seus próprios, ou te alugam a tarde inteira para fazer uma matéria de 5 minutos sobre podcasting para um programa juvenil de sábado à tarde onde você aparece durante exatos 10 segundos (foi o que aconteceu recentemente comigo). Não desanime, você vai ouvir muitos “ahn... não, obrigado”, lembre-se eles têm várias outras histórias competindo pelo mesmo espaço.
Também recomendo usar o Google Alerts para assuntos específicos. Se você já possui uma conta Google, basta ir para All My Services e clicar em Alerts e definir algumas palavras-chaves que o Google irá enviar emails avisando os websites que contenham tal assunto. Essa técnica é boa para você encontrar referências ao seu blog e podcast, que irão servir tanto para você se balizar como para você criar links de seu site para eles... Mas, pela-amor-de-deus nada de colocar um link com um textinho do tipo “leia o que fulano diz do meu site”... Faça um comentário idôneo e equilibrado sobre o artigo e o site que o hospeda, deixando ao seu leitor a nobre tarefa de avaliar e se posicionar quanto ao assunto.
Antes que eu esqueça: bote a cara p’ra bater! Se você tiver a sorte de participar de convenções e exposições no campo de interesse de seu podcast, sem dúvida você precisa se fazer notar. Claro que não é necessário alugar um stand (embora esta não seja uma má idéia), apresentando-se para um público-alvo é uma excelente forma de conquistar novos ouvintes. Não seja tímido, você está se auto-promovendo, você precisa ser lembrado... não esqueça de distribuir seus cartões de podcaster.
Você também pode se fazer notar marcando presença em outros podcasts. Se alguns dos podcasts que você ouve, possui segmentos afins a sua área de atuação, ofereça a sua contribuição, estruture uma pauta, ajude na produção com arquivos, idéias, produza algo... você pode referenciar seu podcast rapidamente no fim do trabalho. Garanto o seu amigo podcaster não irá reclamar. Sim... sei que retornei ao universo dos “já ouvintes”, mas audiência nunca é demais. O que me leva a um outro meio de promover o seu trabalho: faça com eu estou fazendo aqui! Este artigo é um exemplo!! Ofereça sua contribuição para publicações relacionadas ao podcasting. Novamente, seja criativo! Como podcaster você sabe coisas que os outros não sabem… Compartilhe. Não dói nadinha. E o retorno, posso afirmar, é excelente.
Minha última sugestão para conseguir divulgar seu podcast é a mais simples e barata delas: boca-a-boca. Uma coisa é certa, o ser humano fala pacas! Peça a sua audiência para falar aos amigos sobre seu podcast.
...
Nenhuma destas idéias são mágicas e lhe darão um milhão de ouvintes do dia para noite, mas uns aqui, outros acolá, garanto, irão se tornar cativos de seu trabalho.

Sérgio Vieira - autor deste artigo além de podcaster, adora dizer a todos aqueles que o procuram para uma opinião: "faça o que eu digo, assim como o quê eu faço". http://impressoes.vocepod.com idigitais@gmail.com

No comments: